Primeira Reunião do Comitê estadual do FNDC avalia ações realizadas em 2018 e inicia planejamento para este ano

Escrito por: Ascom da CUT-PB • Publicado em: 04/02/2019 - 12:32 • Última modificação: 04/02/2019 - 12:39 Escrito por: Ascom da CUT-PB Publicado em: 04/02/2019 - 12:32 Última modificação: 04/02/2019 - 12:39

Ascom Primeira Reunião do Comitê estadual do FNDC

O Comitê Estadual do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação da Paraíba reuniu, na última quinta-feira (31/01), na sede da CUT,  as entidades filiadas,  contando com a presença de representantes da CUT, Sindicato dos Jornalistas,  Abraço,  SINTESPB,  Movimento de Mulheres, através do Cunhã Coletivo Feminista e  Articulação de Mulheres Brasileiras-AMB, SINTEP, e o PT municipal de João Pessoa, registrando ainda a participação do FINDAC, para avaliar as ações desenvolvidas em 2018 e elaborar o Plano de Lutas deste ano.                                                                                                                                     

 A reunião teve início com a avaliação das atividades desenvolvidas no ano passado, onde a maioria foi unânime em destacar que  diante de uma conjuntura adversa, que todas as forças e mobilizações estiveram voltadas para o enfrentamento ao golpe e para a campanha eleitoral, o comitê, mesmo procurando encaminhar as lutas definidas pelo FNDC em nível nacional, sentiu uma certa retração no movimento, em decorrência também da falta de recursos financeiros, advinda da crise que atingiu o movimento sindical provocada pela reforma trabalhista.                                                     

Como pontos positivos destacados foram citados o engajamento do Comitê nos grandes atos públicos realizados, sua participação na Frente Brasil Popular, a realização do evento de entrega da plataforma da Comunicação para os candidatos e candidatas  em todos os níveis estaduais ao pleito 2018 e a atuação por intermédio do FINDAC para coibir e reparar a violação aos direitos das mulheres, mais especificamente, o caso envolvendo Siqueira Júnior da TV  Arapuã e a cantora de rapper e jornalista Kalyne  Lima. 

Segundo a secretária de Comunicação da CUT, que é uma das entidades coordenadoras do comitê do FNDC da Paraíba, Lúcia Figueiredo, a reunião foi proveitosa, mesmo não conseguindo concluir todas as metas do Plano de Ação, que foi planejado. “Entretanto essa reunião já deu o rumo do que se pretende fazer no decorrer do ano. Vamos continuar investindo na defesa da Comunicação pública, acompanhando e denunciando as violações à liberdade de imprensa e aos direitos humanos. Também vamos procurar implementar algumas propostas aprovadas na CONFECOM Estadual, através de articulação com o poder executivo Estadual e a Assembleia Legislativa”, explicou.

A conclusão do Plano de Ação já ficou agendada para próxima reunião, marcada para o dia 20 de fevereiro, a partir das 17:00 horas, na sede da CUT. “Nesta reunião iremos sistematizar todas as ações que deveremos elaborar para o planejamento das lutas a serem implementadas para 2019, sendo uma das prioritárias a nossa organização interna”, destacou Lúcia. Ela acrescentou que constará ainda no Plano de Ação a realização de oficinas e debates sobre temas envolvendo a democratização da comunicação com a sociedade.

 

Título: Primeira Reunião do Comitê estadual do FNDC avalia ações realizadas em 2018 e inicia planejamento para este ano, Conteúdo: O Comitê Estadual do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação da Paraíba reuniu, na última quinta-feira (31/01), na sede da CUT,  as entidades filiadas,  contando com a presença de representantes da CUT, Sindicato dos Jornalistas,  Abraço,  SINTESPB,  Movimento de Mulheres, através do Cunhã Coletivo Feminista e  Articulação de Mulheres Brasileiras-AMB, SINTEP, e o PT municipal de João Pessoa, registrando ainda a participação do FINDAC, para avaliar as ações desenvolvidas em 2018 e elaborar o Plano de Lutas deste ano.                                                                                                                                       A reunião teve início com a avaliação das atividades desenvolvidas no ano passado, onde a maioria foi unânime em destacar que  diante de uma conjuntura adversa, que todas as forças e mobilizações estiveram voltadas para o enfrentamento ao golpe e para a campanha eleitoral, o comitê, mesmo procurando encaminhar as lutas definidas pelo FNDC em nível nacional, sentiu uma certa retração no movimento, em decorrência também da falta de recursos financeiros, advinda da crise que atingiu o movimento sindical provocada pela reforma trabalhista.                                                      Como pontos positivos destacados foram citados o engajamento do Comitê nos grandes atos públicos realizados, sua participação na Frente Brasil Popular, a realização do evento de entrega da plataforma da Comunicação para os candidatos e candidatas  em todos os níveis estaduais ao pleito 2018 e a atuação por intermédio do FINDAC para coibir e reparar a violação aos direitos das mulheres, mais especificamente, o caso envolvendo Siqueira Júnior da TV  Arapuã e a cantora de rapper e jornalista Kalyne  Lima.  Segundo a secretária de Comunicação da CUT, que é uma das entidades coordenadoras do comitê do FNDC da Paraíba, Lúcia Figueiredo, a reunião foi proveitosa, mesmo não conseguindo concluir todas as metas do Plano de Ação, que foi planejado. “Entretanto essa reunião já deu o rumo do que se pretende fazer no decorrer do ano. Vamos continuar investindo na defesa da Comunicação pública, acompanhando e denunciando as violações à liberdade de imprensa e aos direitos humanos. Também vamos procurar implementar algumas propostas aprovadas na CONFECOM Estadual, através de articulação com o poder executivo Estadual e a Assembleia Legislativa”, explicou. A conclusão do Plano de Ação já ficou agendada para próxima reunião, marcada para o dia 20 de fevereiro, a partir das 17:00 horas, na sede da CUT. “Nesta reunião iremos sistematizar todas as ações que deveremos elaborar para o planejamento das lutas a serem implementadas para 2019, sendo uma das prioritárias a nossa organização interna”, destacou Lúcia. Ela acrescentou que constará ainda no Plano de Ação a realização de oficinas e debates sobre temas envolvendo a democratização da comunicação com a sociedade.  



Informativo CUT PB

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.